quarta-feira, 21 de junho de 2017

25 Anos de Leandro: cidadania exigente


Obrigado Leandro pelo convite, obrigado pelo bolo delicioso feito com capricho lá na sua terra natal. A presença de sua mãe, a presença do pessoal que na universidade trabalha com as pessoas com deficiência. Um trabalho que você e seus colegas conhecem; um trabalho de bastidor, daqueles que não aparecem, mas que são serviços de esteio para que brilhe o direito de cidadania.

Participar com você de nossos grupos de universitários voluntários da Unisul, significa estar com alguém que nos ensina a arte do respeito pelos seres humanos e, sobretudo sua presença de estudante de direito e de pessoa qualificada em trabalhos de designer, mostra que nossa sociedade democrática tem esperança.

Isto porque você nos ensina que é preciso reivindicar respeito e qualificação de serviços com insistência para que a dignidade de todos e de todas as pessoas seja vivido na prática.


Cantamos com os votos de parabéns, o famoso refrão de Gonzaguinha “viver e não ter a vergonha de ser feliz”, com o direito “de ser eterno aprendiz”. Está aí um roteiro para seus próximos 25 anos.

Parabéns, mais uma vez e obrigado por você existir com esse jeito participativo no meio de nós.

Professor Dr. Jaci Rocha Gonçalves 

Nenhum comentário:

Postar um comentário